A autoridade nacional competente já aceitou um Programa de Uso Compassivo

Este é o processo em que um Programa de Uso Compassivo já está em vigor.

Nesta situação, assume-se que a empresa já avaliou as necessidades do uso compassivo, as suas capacidades de produção, e aceitou o programa. As autoridades nacionais competentes também já aprovaram o Programa de Uso Compassivo.

Quando se chega a acordo quanto a um programa de coorte, o médico tem de contactar a empresa responsável (que pode ser a companhia farmacêutica que desenvolve o produto ou uma empresa de investigação clínica (CRO) contratada para realizar o PUC) e depois pode incluir o doente no programa (exceto se o stock for limitado e todos os tratamentos estiverem já atribuídos).

Caso contrário, para os programas destinados a doentes individuais, cada médico tem de preencher o formulário para solicitar um PUC para cada doente. 

Page created: 12/02/2014
Page last updated: 07/11/2014
 
 
A voz das pessoas com doenças raras na EuropaEURORDIS A voz internacional das pessoas com doenças raras, Rare Diseases InternacionalRare Disease International Reúne doentes, famílias e especialistas para partilhar experiências num fórum multilinguístico. RareConnect O programa Rare Barometer é uma iniciativa da EURORDIS para a realização de inquéritos para transformar a experiência das pessoas com doenças raras em números e factos que podem ser partilhados com os responsáveis pela tomada de decisões.Rare Barometer An international awareness raising campaign taking place on the last day of February each year, Rare Disease Day is a EURORDIS initiativeRare Disease Day Adira ao maior encontro europeu das partes interessadas no âmbito das doenças raras na Conferência Bienal Europeia sobre Doenças Raras e Produtos Órfãos. A ECRD é uma iniciativa da EURORDISEuropean Conference on Rare Diseases