Projecto BURQOL-RD

Carga socioeconómica e qualidade de vida relacionada com a saúde em pessoas com doenças raras na Europa

LauraNa maioria dos casos, as doenças raras são potencialmente fatais, crónicas e debilitantes, requerendo cuidados especializados de longa duração e cuidados formais e informais dispendiosos. Aos factores que limitam a esperança de vida e a qualidade de vida destes doentes vem ainda juntar-se a ausência de diagnósticos e tratamentos eficazes.

 

O objectivo do BURQOL-RD, um projecto europeu recém-financiado, é gerar um modelo que quantifique os custos socioeconómicos e a qualidade de vida relacionada com a saúde (QdVRS), tanto para os doentes como para os cuidadores, para um conjunto de até 10 doenças raras em diferentes países europeus. O projecto proporcionará também um relatório do estado actual em termos socioeconómicos e da QdVRS das pessoas com doenças raras (DR), assim como uma análise detalhada dos serviços (cuidados de saúde e sociais) disponíveis para as pessoas com doenças raras em diferentes países da UE, incluindo a identificação dos cuidados formais e informais. 

 

Os grupos-alvo a beneficiar das actividades realizadas no âmbito do projecto BURQOL-RD incluirão os seguintes:

  • Pessoas com doenças raras (DR)
  • Cuidadores de pessoas com DR
  • Organizações de doentes com DR
  • Autoridades de saúde nacionais e europeias
  • Especialistas em economia da saúde, qualidade de vida, planeamento e epidemiologia

 

Brandt«Graças a este estudo, os grupos-alvo terão a possibilidade de avaliar o impacto das doenças raras na sociedade tanto em termos de custo como de qualidade de vida. Isto será útil para efeitos de sensibilização, estabelecimento de prioridades, previsão de necessidades e atribuição de recursos», explica o Dr. Julio López-Bastida, Coordenador do Projecto e Investigador Principal na Unidade de Avaliação de Tecnologias de Saúde da Fundación Canaria de Investigación y Salud (FUNCIS), que criou um registo exaustivo dos estudos académicos de alto nível para as doenças crónicas mais frequentes. «O modelo permitirá aos representantes dos doentes e responsáveis pela elaboração das políticas monitorizar e comparar as políticas e os programas sobre doenças raras na Europa. Além disso, os resultados serão cruciais para avaliar a relação entre custo e eficácia dos novos tratamentos e tecnologias para prevenção, diagnóstico e melhoria dos serviços de saúde destinados às pessoas com doenças raras.»

 

O BURQOL-RD é um projecto de 3 anos apoiado pelo Segundo Programa de Acção Comunitária no Domínio da Saúde da DG SANCO da União Europeia. A reunião de abertura foi realizada em Maio, em paralelo com a ECRD 2010 Cracóvia. O estudo está a ser dirigido pela Fundación Canaria de Investigación y Salud – FUNCIS –, em colaboração com as seguintes alianças nacionais de doenças raras:

  • Aliança Nacional das Pessoas com Doenças Raras (NAPRD, Bulgária)
  • Consulta Nazionale delle Malattie Rare (Itália)   
  • Federazione Italiana Malattie Rare (UNIAMO, Itália) 
  • Allianz Chronischer Seltener Erkrankungen (ACHSE, Alemanha)
  • Doenças Raras Suécia (SÄLLSYNTA DIAGNOSER, Suécia)
  • Federação Húngara de Pessoas com Doenças Raras e Congénitas – Doenças Raras Hungria (HUFERDIS, Hungria)
  • Rare Diseases UK-Genetic Alliance UK (Reino Unido)
  • Alliance Maladies Rares (França)

 

«O BURQOL-RD é um estudo-piloto que proporcionará novas ferramentas e conhecimentos acerca das doenças raras, que até ao momento não estão disponíveis na UE. Estas ferramentas constituirão um meio integrado e harmonizado de avaliar o impacto de novas políticas de saúde pública, dentro e entre países europeus com diferentes sistemas de saúde e de apoio social», explica Melany Worbes-Cerezo, economista da saúde e investigadora na FUNCIS. «Os resultados do estudo terão o potencial de ser aplicados ao resto da EU e a uma gama alargada de doenças raras.»

 

«O projecto BURQOL-RD é uma iniciativa há muito aguardada e o primeiro estudo académico desta natureza na Europa. Esperamos que o projecto possa contribuir para redefinir os indicadores de monitorização dos Planos Nacionais e para estabelecer novos instrumentos que meçam a evolução ao longo dos anos em termos de acesso ao diagnóstico, acesso aos cuidados, qualidade de vida relacionada com a saúde e carga socioeconómica para as pessoas com doenças raras», afirma Yann Le Cam, Director Executivo da EURORDIS. “A EURORDIS tem todo o gosto em apoiar este projecto e disponibilizar o que aprendemos com os nossos inquéritos sobre acesso ao diagnóstico e acesso aos cuidados na Europa através da partilha das experiências obtidas graças ao Programa EurordisCare

 

Além de apoiar a participação das alianças nacionais e de promover o estudo entre a comunidade das doenças raras, a EURORDIS está a fornecer apoio metodológico para seleccionar as 10 doenças que serão estudadas, bem como conselhos práticos sobre a forma de realizar o inquérito com vista a maximizar a taxa de respostas e a robustez dos dados recolhidos.

 

As ferramentas desenvolvidas no âmbito do BURQOL-RD serão integradas no EUROPLAN, o projecto em curso com financiamento comunitário que procura fornecer indicadores que auxiliem cada país da EU a definir um plano nacional para as doenças raras. O estudo-piloto do BURQOL-RD realizar-se-á nos seguintes países: Espanha, França, Alemanha, Reino Unido, Itália, Suécia, Hungria e Bulgária. É ainda possível a colaboração com outros países e outros grupos de doentes, como sucede com a Rússia, que aderiu recentemente na forma de membro colaborador adicional. 

 

Logo que as 10 doenças raras a estudar sejam definidas, será distribuído um inquérito a todos os grupos de doentes relevantes nestes países. A colaboração das organizações de doentes nacionais e de federações específicas de determinadas doenças raras é fundamental para entrar em contacto com os doentes e divulgar o inquérito e os resultados. Quem estiver interessado  em aderir ou em obter mais informações pode enviar uma mensagem de correio electrónico (e-mail) através do sítio na Internet: www.burqol-rd.com


Este artigo foi originalmente publicado no número de Outubro de 2010 do boletim informativo da EURORDIS.

 

Autor: Paloma Tejada
Tradutores: Ana Cláudia Jorge e Victor Ferreira
Fotos: © EURORDIS

Page created: 24/09/2010
Page last updated: 25/07/2011
 
 
A voz das pessoas com doenças raras na EuropaEURORDIS A voz internacional das pessoas com doenças raras, Rare Diseases InternacionalRare Disease International Reúne doentes, famílias e especialistas para partilhar experiências num fórum multilinguístico. RareConnect O programa Rare Barometer é uma iniciativa da EURORDIS para a realização de inquéritos para transformar a experiência das pessoas com doenças raras em números e factos que podem ser partilhados com os responsáveis pela tomada de decisões.Rare Barometer An international awareness raising campaign taking place on the last day of February each year, Rare Disease Day is a EURORDIS initiativeRare Disease Day Adira ao maior encontro europeu das partes interessadas no âmbito das doenças raras na Conferência Bienal Europeia sobre Doenças Raras e Produtos Órfãos. A ECRD é uma iniciativa da EURORDISEuropean Conference on Rare Diseases