A EURORDIS realizou um inquérito-piloto para avaliar a utilização de medicamentos off-label nas doenças raras

Know more about off-label drug use for rare diseases

Quando os médicos receitam um medicamento para uma utilização diferente das indicações para o qual o medicamento foi autorizado, chama-se a isso utilização "off-label". Por exemplo, quando o medicamento é receitado para uma doença diferente ou quando a dosagem é diferente da que é indicada. É frequente as pessoas com doenças raras e as suas famílias estarem familiarizadas com esta prática ou então nem sequer saberem que estão a tomar medicamentos receitados para utilização "off-label".

De modo a avaliar e a compreender melhor a utilização de medicamentos "off-label", o grupo de trabalho da EURORDIS para a Informação, Transparência e Acesso dos Medicamentos (DITA – Drug Information, Transparency and Access) levou a cabo um inquérito-piloto de maio a julho de 2012. O inquérito recebeu mais de 250 respostas, descrevendo a experiência dos doentes com mais de 100 medicamentos diferentes para 90 doenças raras diferentes.

Os resultados preliminares foram apresentados à Agência Europeia de Medicamentos, em Londres, no passado mês de setembro.

A boa notícia é que 86% das pessoas que responderam estavam satisfeitas com a sua experiência de utilização de medicamentos receitados "off-label". A má notícia é que 3 em cada 4 pessoas que responderam ao inquérito gostariam de ter tido mais informações sobre os benefícios e os riscos de tomar medicamentos "off-label", e 1 em 4 pessoas não foram sequer informadas de que o medicamento que lhes foi receitado era "off-label" e, por isso, não tinha uma recomendação específica para a sua doença. Além disso, um terço das pessoas que responderam sentiram efeitos secundários.

A EURORDIS decidiu continuar a sua investigação sobre a utilização de medicamentos "off-label" nas doenças raras e alargá-la a mais doentes e a mais países. Os planos futuros são:

  • Elaborar uma base de dados sobre a utilização de medicamentos "off-label" nas doenças raras;
  • Estabelecer um diálogo com as entidades reguladoras sobre a forma de obter mais dados sobre os benefícios e os riscos da utilização de medicamentos "off-label", em particular com os especialistas da Agência Europeia de Medicamentos que estão melhor colocados para avaliar os dados quando estes estão disponíveis;
  • Discutir a utilidade de um formulário de consentimento;
  • Explorar outras fontes de informação sobre a utilização de medicamentos "off-label" nas doenças raras, em particular ao colaborar com profissionais de saúde.

 

Tradutores:
Ana Cláudia Jorge e Victor Ferreira

Page created: 31/10/2012
Page last updated: 29/01/2013
 
 
A voz das pessoas com doenças raras na EuropaEURORDIS A voz internacional das pessoas com doenças raras, Rare Diseases InternacionalRare Disease International Reúne doentes, famílias e especialistas para partilhar experiências num fórum multilinguístico. RareConnect O programa Rare Barometer é uma iniciativa da EURORDIS para a realização de inquéritos para transformar a experiência das pessoas com doenças raras em números e factos que podem ser partilhados com os responsáveis pela tomada de decisões.Rare Barometer An international awareness raising campaign taking place on the last day of February each year, Rare Disease Day is a EURORDIS initiativeRare Disease Day Adira ao maior encontro europeu das partes interessadas no âmbito das doenças raras na Conferência Bienal Europeia sobre Doenças Raras e Produtos Órfãos. A ECRD é uma iniciativa da EURORDISEuropean Conference on Rare Diseases